Com cortes na Educação promovidos pelo Governo Bolsonaro, é “nós por nós” para garantir o direito ao futuro


“Tudo aquilo que as universidades podiam fazer, mesmo com prejuízo em suas atividades, fizeram”. A frase, dita pelo presidente do Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), Edward Madureira, em um programa online, traduz o caos que as instituições federais de ensino enfrentam atualmente. O cenário não é novo. Em 2019, os estudantes brasileiros já foram às ruas no enorme Tsunami da Educação que reivindicava a mesma pauta de hoje: respeito pelas escolas e universidades.


Posted On :

Paquistão: imagens da Marcha Nacional Estudantil


Apesar de todas as dificuldades pela crise de Covid-19, com fechamento de instituições de ensino, as marchas estudantis aconteceram este ano em todo o país com protestos dos Comitês de Ação Estudantil (SAC) pela restauração do sindicato estudantil, proibido em 1986 pela ditadura de Zia ul Haq, que tiveram um grande sucesso. Devido ao Covid-19, os procedimentos foram rigorosamente seguidos e máscaras foram distribuídas entre os participantes.


Posted On :