Nota do Coletivo Abrasar em apoio a Campanha Salarial dos Servidores de Juazeiro do Norte/CE

Reproduzimos a Nota do ABRASAR, Coletivo Sindical Classista e Independente que também construímos com lutadoras e lutadores, em apoio a unificação da greve do serviço público em Juazeiro do Norte/CE. Desde o início deste mês, servidores da saúde entraram em greve em defesa da implantação da insalubridade, gratificação adicional e jornada de 30 horas para enfermeiros e psicólogos. Sob ataques diretos do Prefeito e Vice-Prefeito, Gledson (PODEMOS) e Giovanni, os servidores tem resistido bravamente. Para esta luta ser fortificada, é necessária a unificação da greve geral no serviço público.

Ler mais

Todo apoio à Campanha Salarial 2022 dos Professores e Funcionários da Educação de Juazeiro do Norte/CE

Em Assembleia Geral realizada ontem, 16, com expressiva participação dos trabalhadores da educação pública municipal de Juazeiro do Norte, deu início a Campanha Salarial de 2022 da categoria que carrega um histórico de lutas memoráveis no município cearense. Após um ano de congelamento salarial e acumulando respostas negativas do Prefeito Gledson Bezerra (Podemos), a categoria aprovou as principais demandas para o próximo ano e fechou questão sobre a defesa do Piso Salarial Nacional do Magistério e da implantação do Plano de Carreiras dos Funcionários da Educação.

Ler mais

Suas (de)formas só passam com repressão! O funcionalismo público da cidade de São Paulo em luta perde uma batalha.

Por professores da Alternativa Socialista-PSOL. Ricardo Nunes (MDB) consegue votar o Sampaprev2 numa vergonhosa sessão da Câmara Municipal de São

Ler mais

A atualidade da luta pelo Fora Bolsonaro e a construção de uma alternativa política de esquerda e radical

A crise social é uma realidade desesperadora no país. Os ataques do governo federal, como dos estaduais e municipais são constantes contra o povo trabalhador e pobre. Não há um minuto de tranquilidade para a grande maioria da população. A carestia da vida, a inflação atingindo a cesta básica de alimentos, o congelamento salarial, o desemprego, entre outras consequências da crise econômica capitalista, configuram um cenário desolador de pobreza e fome crescente.

Ler mais

Sem golpe, com mais crise. É hora de aprofundar a mobilização!

Com presença consideravelmente inferior ao planejado, mesmo tendo um mês de preparação e impulsionamento massivo utilizando máquina federal, Bolsonaro escancara os limites de sua força e provoca mais crise em seu governo. É hora de ganhar as ruas pelo Fora Bolsonaro e enterrar de uma vez seu sonho golpista.

Ler mais