A sobreviência da Educação Básica no Brasil depende da aprovação imediata do Novo Fundeb de forma permanente. Este ano marca o fim da vingência do fundo que tem o período de 2007-2020. Está previsto para hoje e amanhã, 20 e 21, a votação na Câmara dos Deputados. O momento da unidade que pressione a aprovação é agora!

O odioso governo Bolsonaro, articulado desde o início para destruir a educação pública, propôs no último dia 18 outra PEC para tentar derrubar a atual. O “Fundeb” do governo tería início somente em 2022. Não podemos aceitar! A Câmara precisa barrar essa ameaça do executivo.

A educação pública brasileira não pode ser um balcão de negócios onde o governo estipula preço no mercado para as grandes corporações de educação. A educação deve ser pública, gratuíta, laica e de qualidade. Educação é um direito inalienável e universal da população. Esta deve ser a luta de todas e todos em uma grande unidade de ação pela aprovação do Novo Fundeb. Há toda uma estrutura educacional que depende da aprovação: transporte, material didático, alimentação escolar e o piso salarial de professoras e professores.

Mesmo sabendo que o Novo Fundo não irá modificar substantivamente a deteriorização que sofre a educação pública brasileira, também alertamos que a sua aprovação dará sobrevida e possibilitará a continuidade das lutas em defesa da educação onde exista um terreno real, e não terra arrasada. A sua aprovação impõe mais uma derrota ao governo Bolsonaro.

Mesmo com a aprovação, a luta continua pela vinculação direta de 15% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação pública. Acreditamos que esta é a luta que devemos encampar, também o embate contra os setores reacionários que criam leis e atacam trabalhadoras e trabalhadores da educação, e o principal interessado, o povo.

Ao mesmo tempo, neste período da pandemia causada pela Covid-19, onde os governos se aproveitam e pressionam pela utilização do ensino remoto, ainda mais precário do que a Educação a Distância, a nossa luta deve ser pela vida: quarentena geral, auxílio emergencial digno e distribuição de cestas básicas da alimentação escolar às famílias.

Vamos à luta em unidade nacional pela aprovação do Novo Fundeb e pela derrubada do governo Bolsonaro, inimigo da educação e do povo Brasileiro!

#VotaFundeb

#VotaNovoFundebJá

#15%doPIBParaEducação

#ForaBolsonaroEMourão


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *