Tese Nacional da Esquerda Radical para o VII Congresso do PSOL:

Assine em: https://forms.gle/fLMdFCAqcES9ZAPt7

I. CONJUNTURA INTERNACIONAL

1. Vive-se a catástrofe e barbárie capitalista escancaradas pela pandemia. Mais de 3,22 milhões de pessoas mortas, vítimas da Covid-19 e do sistema capitalista. A crise aguda provocada pelo capitalismo tem um fundo estrutural e repercute sobre todas as dimensões da vida: econômica, social, ambiental, cultural e política. Seus efeitos mais perversos são: rebaixamento brutal das condições de vida dos trabalhadores, trabalhadoras e de todas as pessoas oprimidas; e uma enorme crise ambiental, agravadas ainda mais pela pandemia e pelo descaso dos governantes para com a saúde e a vida. Está comprovada a inviabilidade desse sistema, não só para a classe trabalhadora, mas para a humanidade: mesmo em plena pandemia não se cuida da saúde e da vida de grande parte da população, mas sim dos lucros dos grandes laboratórios e empresas de saúde. O exemplo dos EUA como epicentro da pandemia descontrolada significa um grande golpe para o imperialismo e sua ideologia dominante. 

2. A crise econômica histórica, que estourou em 2008 nos países centrais e depois nos periféricos, não foi totalmente superada e, com a pandemia, agravou-se fortemente. A incapacidade do imperialismo em superá-la e enfrentar a pandemia mantém a economia mundial em marcha lenta e sujeita a uma profunda depressão global. E já começa a ter consequências no cenário político mundial, com maior polarização e hostilidade política entre os países imperialistas e com a retomada de lutas radicalizadas mesmo durante a pandemia, como a rebelião que ocorre na Colômbia neste maio de 2021, questionando o governo e suas políticas neoliberais, assim como no Haiti, Chile, França e Bielorrússia. 

3. A crise social é desesperadora. Milhares de pessoas estão morrendo por falta de atendimento médico, vagas em hospitais e UTIs, medicamentos, oxigênio, vacinas e pelo aumento do desemprego, da desigualdade social e da pobreza. Os ataques à classe trabalhadora penalizam principalmente as mulheres, jovens, população negra, povos originários, idosos, crianças e a população LGBTQIA+. A fome, as guerras e a xenofobia, agravadas pela pandemia, torturam uma parcela cada vez maior de pessoas em todo o mundo. Como consequência, o mundo assiste a um êxodo populacional sem precedentes.

4. A crise climática ameaça a própria possibilidade de vida no planeta. E só será revertida com a utilização de energias limpas e renováveis; readequação da indústria automobilística, voltando-a ao transporte coletivo; fim do desmatamento e reflorestamento de áreas devastadas; reforma agrária agroecológica e, de modo geral, produção destinada às necessidades sociais e não ao lucro. Nada disso poderá acontecer dentro do sistema capitalista. As concepções produtivistas e desenvolvimentistas, defendidas até mesmo por setores da esquerda, precisam ser superadas. O processo de consulta e participação dos povos nas decisões é indispensável Só um programa ecossocialista pode nos salvar da destruição. Por isso dizemos: Ecossocialismo ou Extinção! 

5. A crise política é expressão do profundo descrédito da população com os regimes, governos e partidos da ordem. O controle absoluto dos banqueiros e grandes empresários sobre o parlamento, executivo, judiciário e meios de comunicação corroeu drasticamente as esperanças da população na democracia burguesa. A rendição de partidos socialdemocratas ao neoliberalismo levou ao descrédito da esquerda da ordem, a exemplo do Syriza, na Grécia, e do Podemos, na Espanha. Daí os altos índices de abstenção em eleições pelo mundo e a derrota de governantes que cometeram sucessivos estelionatários políticos.

6. O capitalismo em crise enfrenta dificuldades para recuperar a taxa de lucro, graças à luta dos povos contra os ataques ao que resta de direitos. São as contradições objetivas que impulsionam a luta de classes. Os ataques da burguesia, orquestrados pelo imperialismo estadunidense, sempre são enfrentados pela classe trabalhadora que, com maior ou menor intensidade, luta em defesa de suas condições de vida. Cabe ao PSOL e à sua militância serem pontas de lança no repúdio a essa ofensiva e no fortalecimento das iniciativas que enfrentem diretamente o sistema capitalista. E realizarem campanhas de solidariedade internacional, para além de notas de apoio; campanhas que mobilizem o conjunto da militância para ações práticas, debates internacionais e formação política internacionalista.

7. Na periferia do capitalismo, em especial na América Latina, a barbárie capitalista manifesta-se como processo de reversão neocolonial, com cassação de direitos básicos conquistados com lutas ao longo dos séculos. O latifúndio e o extrativismo mineral são as principais frentes de expansão do capitalismo e acentuam ainda mais a superexploração da classe trabalhadora, a devastação ambiental e o saque das riquezas naturais no continente. No Brasil o ajuste fiscal permanente, destinado a enriquecer os banqueiros, agora é automático e está na Constituição Federal (EC 109/2021). Essa Emenda somada à EC 95/2016, às contrarreformas da previdência social e trabalhista, ameaça o que resta de políticas públicas. E querem aprovar a PEC 32/2020, a contrarreforma administrativa, que acaba com os serviços públicos estatais como direito da população.

Há uma polarização da luta de classes em escala mundial

8. Com a crise mundial o imperialismo norte-americano vem enfrentando dificuldades, com o avanço nos índices de desemprego, pobreza e um levante de massas de grandes proporções, tendo o movimento negro como vanguarda na luta contra a opressão racial e no enfrentamento a poderosas instituições repressivas, como as forças policiais dos EUA. Vê-se também envolvido em frentes de conflito com a China, que põe em risco sua hegemonia mundial.

9. A classe trabalhadora e a população em geral têm respondido aos ataques da burguesia com grandes manifestações em todas as regiões do mundo. Em alguns casos a mobilização pontual se desdobrou em fortes rebeliões populares, que questionam as bases do modelo neoliberal, como no Chile. Após a Primavera Árabe, diferentes manifestações ou rebeliões tomaram as ruas na Espanha, Grécia, Estados Unidos, norte da África, Brasil, Hong Kong, França, Irã, Iraque, Líbano, Etiópia, Haiti, Equador, Bolívia, Chile, Colômbia, Porto Rico, Bielorrússia. Manifestações muito importantes têm ocorrido, inclusive, durante a pandemia, como as multitudinárias mobilizações nos EUA, que tiveram efeito dominó em boa parte do mundo.

10. O grandioso levante do movimento mundial de mulheres permanece e obtém conquistas como a legalização do Aborto Legal na Argentina. A onda verde e da diversidade promete novos capítulos neste dinâmico processo de mobilização, no enfrentamento às instituições, começando pela igreja e o sistema machista e patriarcal, parte estrutural da exploração e opressão capitalistas.

11. É tarefa fundamental das revolucionárias e revolucionários ser parte desses movimentos e elaborar política antirracista e anticapitalista, disputando com as correntes reformistas e autonomistas que tentam dissociar a contradição capital/trabalho na questão das opressões. 

12. Os governos progressistas na América Latina não enfrentaram as raízes dos problemas estruturais e da superexploração do trabalho. Adequaram-se às exigências do BIS (Banco de Compensações Internacionais) impostas pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) e Banco Mundial. E, desse modo, quando cessou o crescimento econômico, a dura realidade e os problemas históricos vieram à tona. Resultado: enorme decepção popular com a diferença entre o discurso desses governos e suas ações neoliberais. Isso provocou a ruptura de amplos setores da classe trabalhadora e favoreceu a crença de que a solução para seus problemas viria através de algum salvador da pátria, como Bolsonaro.

13. A desilusão da população com a falência dos partidos convencionais e a ausência de alternativas radicais para enfrentar a barbárie capitalista deixaram o caminho livre para que partidos de ultradireita, de tendência autoritária, capitalizassem as frustrações e os ressentimentos das massas descrentes na política convencional. 

14. Para enfrentar a descrença e indignação, e potencializar as lutas e rebeliões crescentes, é urgente e necessária a construção de um projeto alternativo de organização da sociedade. As rebeliões populares não são revoluções, vão e voltam, atingem objetivos parciais, às vezes são derrotadas, mas colocam um patamar de luta diferenciado, que não pode se perder. O momento histórico demonstra que só existem dois projetos de sociedade e de governo: o da burguesia e o da classe trabalhadora e do povo oprimido e, diante da barbárie capitalista, é preciso avançar e romper esse sistema de destruição e morte.

15. O receio de que a crescente onda de inquietação social pudesse fugir do controle e abrir brechas para a emergência da classe trabalhadora como sujeito político alarmou a burguesia. A ascensão da direita na política é consequência da resposta autoritária das classes dominantes à polarização da luta de classes. A ausência de qualquer possibilidade de acomodação dos antagonismos sociais através da expansão da renda, do pleno emprego e das políticas públicas, obriga a burguesia a aumentar a repressão contra a classe trabalhadora. Não há espaço para a conciliação e colaboração de classes!

As tarefas das socialistas e dos socialistas

16. É urgente superar a linha reformista e conciliadora, de menor resistência. A organização da classe trabalhadora, da juventude e do povo pobre, assim como o enfrentamento às medidas impostas antes e durante a pandemia, são tarefas prioritárias. Contra o avanço da xenofobia, fomentada pela burguesia, fortalecer a luta internacional contra o sistema capitalista. Só com instrumentos políticos à altura dos desafios de uma revolução social a classe trabalhadora estará preparada para enfrentar os ataques burgueses crescentes. É necessário ter ousadia, criatividade e coragem para disputar a direção política da classe trabalhadora, contribuindo para o avanço de sua consciência de classe, organização e mobilização social.

17. As grandiosas mobilizações e rebeliões que ocorrem no mundo no período pré-pandemia e mesmo na pandemia expressam a indignação acumulada, sendo uma demonstração de que a classe trabalhadora e a população em geral não aceitam a pobreza, o desemprego, as aposentadorias miseráveis, a destruição dos serviços públicos e da natureza. Que, apesar dos ataques à classe trabalhadora em âmbito mundial, ao invés de uma “onda conservadora” sem resistência, o que existe é a intensificação da luta de classes.

18. É tarefa dos revolucionários e das revolucionárias ser parte ativa dos processos de lutas de nossa classe, contribuindo para o fortalecimento dos seus organismos democráticos, ao mesmo tempo em que constroem e fortalecem o partido, independente e socialista, criado como alternativa de esquerda para a sociedade.

19. Não resta à esquerda contra a ordem alternativa senão priorizar a construção de força política real, alicerçada na capacidade de mobilização e luta e na consciência da classe trabalhadora. Somente uma intervenção do povo pobre e trabalhador — vinculada a um projeto político que aponte para a urgência de profundas mudanças estruturais na economia e na sociedade de conjunto — será capaz de forjar uma sólida unidade da classe trabalhadora em torno de um novo modo de viver.

II. CONJUNTURA NACIONAL

20. Não se deve semear ilusões! A relativa estabilidade social, econômica e política iniciada em 2005, com certa recuperação do crescimento da renda e do emprego, ocorreu graças ao aumento dos produtos agrícolas e minerais no mercado internacional. E a expansão da assistência social, de forma seletiva e focalizada, se deu à custa da redução dos gastos com saúde e previdência.

21. A ditadura militar implantou o PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo), um plano feito nos Estados Unidos, que está na origem da dívida dos Estados brasileiros. Durante a época da ditadura a dívida externa cresceu 32 vezes.

22. Fernando Henrique Cardoso, ministro de Itamar, implantou o Plano Real. Como presidente, salvou os bancos e quebrou os Estados, de acordo com as determinações do BIS, impostas pelo FMI e Banco Mundial. A dívida interna, que era insignificante, cresceu de forma absurda e não parou mais. Hoje ultrapassa os 5 trilhões e, somada com a dívida externa, ultrapassa 7 trilhões de reais.

23. Os governos do PT deram continuidade à política econômica dos governos do PSDB, às privatizações e retirada de direitos.

24. Após a crise mundial de 2008, Dilma Roussef impôs o ajuste fiscal. A conspiração jurídico-parlamentar que levou Temer ao Planalto para aprofundar os ataques atuou, através da operação Lava Jato, de forma seletiva contra alguns políticos e partidos, manipulando o processo eleitoral. O juiz Sérgio Moro, depois de tirar Lula das eleições com o apoio do STF e pressão do Alto Comando das FFAA, virou ministro do governo Bolsonaro. Esse processo ajuda a explicar como se viabilizou a saída liberal autoritária para a crise da Nova República.

Governo Bolsonaro

25. A chegada ao Planalto de um presidente mentiroso, que reivindica os porões da ditadura, não respeita ninguém, renuncia à soberania nacional em favor do império estadunidense e dá sinal verde para a destruição total do meio ambiente é um brutal retrocesso político.

26. Sua política econômica reforçou as tendências recessivas, agravou a crise social, desorganizou ainda mais o Estado, acirrou a crise federativa e acelerou a devastação ambiental. Sua política genocida, na contramão das recomendações das organizações nacionais e internacionais de saúde, em favor dos banqueiros e em detrimento da saúde pública, das vacinas, de medidas concretas e efetivas para garantir o isolamento social e condições dignas de vida da população, coloca o Brasil como campeão na morte de pessoas pelo novo coronavírus, considerando-se o número de mortes por habitante.

27. O alinhamento incondicional às diretrizes imperialistas de Trump reforçou a subserviência do Brasil aos interesses do imperialismo, e não vai mudar com Biden. A intenção de governar acima das instituições burguesas aprofundou a crise política, que permanece com a aliança de Bolsonaro com o Centrão para se blindar do impeachment.

28. O Brasil que Bolsonaro quer é armamentista, misógino, racista e comprometido com os nefastos interesses dos banqueiros, dos latifundiários, especialmente do agronegócio e de milicianos. A violência política foi exacerbada em todas as suas formas, destacando-se: o feminicídio — tradução do ódio às mulheres; o extermínio da juventude negra; o genocídio dos povos originários; e as manifestações de ódio e agressão à população LGBTQIA+, com destaque para a população transexual e travesti.

29. Após três anos, os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes seguem sem solução. É tarefa fundamental do PSOL exigir o acompanhamento das investigações, os motivos e mandantes do crime.

30. O Governo Bolsonaro deve pagar pelos crimes cometidos em relação à saúde e à vida da população durante a pandemia. Nesse sentido, ganha destaque a CPI da Covid no Senado Federal, que, como qualquer outra CPI, se não for pressionada pela mobilização popular direta vai acabar em pizza. Não podem ficar impunes, também, os assassinatos cotidianos de mulheres; as chacinas cometidas contra as populações, negras e pobres nas periferias das cidades, como o massacre de Jacarezinho, que, por sua crueldade, escancara a barbárie a que está submetida grande parte da população brasileira.

Dilemas da luta de classes e medidas programáticas

31. A ofensiva reacionária encontrou forte resistência popular. O sentimento antiautoritário do “Ele Não” impulsionou um ascenso das mobilizações de massas; em defesa da educação pública e da Previdência Social, estudantes, trabalhadoras e trabalhadores protagonizaram greves nacionais e manifestações gigantescas, com destaque para a expressiva greve nacional. Contra as queimadas da floresta amazônica, a população promoveu grandes manifestações de rua. O desgaste do novo governo foi imediato e vertiginoso, superando o de todos seus antecessores. Bolsonaro ficou sem partido, perdeu Moro e outros aliados. Isolado e enfraquecido, sobrevive graças à intensificação da agenda neoliberal e de ajustes, que vem impondo através dos acordos burgueses, primeiro com Maia e Alcolumbre (DEM) e agora com o “Centrão”. A derrota eleitoral de Trump, aliado imperial do projeto de extrema direita, também o debilitou. 

32. Apesar de tudo isso, graças às notícias falsas, ao antipetismo, ao descrédito, ao conservadorismo, ao egoísmo e individualismo — características deste sistema —, e à política imobilista de muitos dirigentes de organizações de massa e da esquerda da ordem, que apostam todas as fichas apenas em 2022, ele mantém o apoio em torno de 30%. Para expulsá-lo do poder e romper com a política imobilista é necessário superar a desmobilização devido à pandemia e à política de jogar todas as soluções para as eleições de 2022, adotada por parte das direções do movimento de massas.

33. Pela falta de articulação nacional e apoio dos grandes aparatos, a luta das trabalhadoras, trabalhadores, juventude e povos originários não impediu o avanço das reformas reacionárias e os ataques ao meio ambiente e à vida. Em vez de apostar nas ruas, a esquerda da ordem legitimou a Reforma da Previdência no parlamento e não enfrentou a Reforma Trabalhista. E seus governadores e governadoras aplicaram, no apagar das luzes de 2019, com mão de ferro, as contrarreformas neoliberais em seus Estados, tais como as conhecidas contrarreformas da Previdência na Bahia e no Rio Grande do Norte, ambos estados governados pelo PT.

34. Sem uma direção consequente com um programa de enfrentamento à ordem capitalista, os direitos das trabalhadoras e trabalhadores serão dizimados. É urgente construir um movimento sindical independente, combativo e pela base que coloque na ordem do dia a agenda anticapitalista e anti-imperialista.

35. É necessário enfrentar, também, os ataques impostos durante a pandemia, como a Emenda Constitucional 109 (ajuste fiscal), que criou gatilhos automáticos que condenam a União, os Estados e os municípios a cortarem investimentos sociais, serviços públicos e direitos de servidores e servidoras toda vez que o gasto com a dívida pública exigir mais recursos (Clique Aqui).

36. Para as/os que lutam contra a barbárie capitalista, o desafio histórico é contribuir para desbloquear a rebeldia que pulsa na sociedade brasileira e construir instrumentos políticos partidários e sociais que permitam que a luta contra a barbárie e por igualdade substantiva se transforme em força material capaz de derrotar o sistema capitalista. Em sintonia com essa agenda de lutas, devemos construir uma forte mobilização pelo Fora Bolsonaro/Mourão, por vacinas para todes, auditoria da dívida pública, renda mínima e lockdown nacional.

37. O PSOL precisa construir um programa que promova uma total inversão nas prioridades. Entre as principais medidas, destacamos:

VACINA PARA TODES, pela quebra das patentes; Auxílio emergencial de um salário mínimo; Lockdown nacional; Fim do arrocho e das demissões, combate ao desemprego e desmonte dos serviços públicos estatais; Anulação de todas as reformas que retiraram direitos, começando pela EC 95, a reforma trabalhista e a reforma da previdência; Contra a reforma administrativa; Ruptura com as políticas impostas pelo Banco BIS, através do FMI, Banco Mundial, Comitê de Basileia, dentre outros; Suspensão imediata do pagamento da dívida pública e realização da auditoria da dívida pública, com participação cidadã, desde a Ditadura Militar; Criação de uma ampla frente emergencial de emprego e de combate à pobreza; Redução da jornada de trabalho sem redução do salário; Congelamento dos preços da cesta básica e das tarifas de água, luz, combustíveis e transporte; Reposição das perdas salariais e aumento real dos salários; Reposição semestral da inflação; Reforma agrária e reforma urbana como prioridades fundamentais da sociedade brasileira; Reversão das privatizações e terceirizações na saúde, educação, segurança, transporte, moradia, bem como nas empresas estatais e riquezas naturais; Contra as privatizações; Reforma tributária progressiva e taxação das grandes fortunas; Contra o extermínio da juventude, que atinge especialmente a juventude pobre e negra; Legalização das drogas e fim da Polícia Militar; Plena liberdade de expressão cultural e amplo incentivo às artes; Garantia intransigente dos direitos das mulheres, da população idosa, negros e negras, pessoas com deficiência, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, camponeses e população LGBTQIA+; Expropriação sumária de todas as empresas e bancos envolvidos em corrupção e punição exemplar aos agentes públicos corruptos; Revogação da autonomia do Banco Central e fim de todas as medidas e mecanismos de desvio das nossas riquezas financeiras e naturais, promovidos pelo Banco Central e pelas grandes corporações, em especial da mineração (Clique Aqui).

III. PSOL

O PSOL na encruzilhada

38. O PSOL surgiu como um projeto de superação do Partido dos Trabalhadores. A adesão do PT às exigências do capital, explicitada na famigerada Carta aos Brasileiros, criou a necessidade de uma organização política que representasse e lutasse pelos interesses independentes da classe trabalhadora. Capturado por uma burocracia com fraquíssima penetração na classe trabalhadora, o partido está ameaçado por um projeto “refundacional” que distorce completamente sua missão histórica original de ir para além do lulismo.

39. A estranha ligação política entre o PSOL e setores da direita em Macapá é um exemplo de relação que usurpa a democracia interna e corrompe a vida partidária. Não obstante, foi assim que se garantiu a maioria fraudulenta em sucessivos congressos do Partido.

40. A burocracia partidária esforça-se para se cristalizar como uma oligarquia que manda com mão de ferro na militância. Os espaços de debate e decisão diminuem progressivamente. A intervenção no setorial de mulheres culminou com um encontro protocolar, sem debates, que serviu apenas para homologar as teses da maioria. Os núcleos e setoriais que ainda funcionam o fazem à revelia da direção majoritária. Os fundos partidários são cada vez mais monopolizados para perpetuar os oligarcas do partido sem nenhuma transparência nos critérios que regem a sua utilização e distribuição.

41. A maioria formada pelos setores que compõem o PSOL de Todas as Lutas inspira-se no petismo. Para impedir o debate que pode barrar tal manobra junto à militância, a burocracia tem recorrido aos mesmos métodos truculentos dos partidos convencionais. E, como se não bastasse, em plena pandemia, articulada com setores que entraram no partido na linha da refundação (Revolução Solidária do Boulos e a Resistência) e a capitulação de correntes como Insurgência, impõem um congresso partidário sem discussão e colocando em risco sanitário a militância partidária nos municípios. 

42. A importância da luta institucional não pode abrir brechas para o avanço do cretinismo parlamentar. A prioridade de atuação do partido deve se concentrar nos locais de trabalho, ruas, escolas e bairros periféricos onde a classe trabalhadora vive. E assim viabilizar a emergência de um programa alternativo para a classe trabalhadora, a juventude e todos os que vivem do próprio trabalho.

Reestruturação partidária

43. A construção permanente de um partido socialista, como o PSOL, exige repensar sua estrutura interna, a qual refletirá em sua prática na sociedade. Não se trata de “refundar” o partido, mas de trazer ao primeiro plano, com vigor, o projeto fundacional original atualizado.

44. A forma como o PSOL está organizado dificulta muito a participação de independentes nos processos e instâncias de decisão. Para melhorar as condições de participação dos/das independentes, os núcleos e setoriais precisam ter uma dinâmica própria e receber apoio dos diretórios, que devem realizar formação teórica, política e organizativa e incentivar os núcleos e setoriais a cumprirem essa tarefa também. A direção do partido deve apoiar os núcleos e setoriais acompanhando, debatendo, ajudando a organizar e informando sobre os assuntos relevantes da vida do partido e da conjuntura política em geral. Além disso, é imprescindível que haja espaços institucionalizados de diálogo entre as direções/diretórios e os/as militantes de base, espaços democráticos de debates periódicos sobre todos os temas relativos à vida partidária e social e à inserção do partido na sociedade. 

45. Também devemos combater desvios programáticos, vetando certos alinhamentos tático-políticos: a) não permitir filiação de pessoas organizadas em Movimentos de Renovação Política como RAPS e Renova BR; b) Proibição total e irrestrita a qualquer financiamento de campanha oriundo de grandes empresários, banqueiros e congêneres; c) somente o filiado e a filiada organizada no partido há pelo menos 1 ano e que atue em algum espaço partidário, seja ele corrente, setorial ou núcleo de base, pode se candidatar; e) O filiado que exerceu qualquer função de assessoria parlamentar, cargo comissionado ou mesmo qualquer função-serviço em mandato de outro partido, não poderá se candidatar na primeira eleição após deixar a função. f) Todo Programa Eleitoral para candidatura a cargo executivo Municipal, Estadual e Federal deve ser pautado pelas correntes, setoriais, núcleos e diretórios, visando ao consenso sobre os temas. Contribuições externas podem e devem existir, desde que priorizadas as posições partidárias.

Contra Frente Ampla ou Frente Amplíssima! Nossa Frente é classista e anticapitalista

46. No último trimestre de 2019 a direção majoritária do PSOL deu autorização para que os diretórios de todos os níveis iniciassem conversas com amplos setores da oposição a Bolsonaro: PT, PC do B, PDT, PSB, Rede, PV e outras agremiações ditas “progressistas”. Tais partidos quando governam aplicam medidas contrárias aos interesses imediatos e históricos da classe trabalhadora. O giro à direita da maioria da direção torna o cenário ainda mais grave. Visando às eleições nacionais de 2022, a direção partidária se movimenta rasteiramente no sentido de formar uma aliança nacional com o PT, para além da “centro-esquerda”, abrindo mão de uma candidatura própria no primeiro turno. O PSOL não fará coligações com esses partidos. Somos contrários à Frente Ampla como defende a direção majoritária, ou Frente Amplíssima como pretende Marcelo Freixo.

47. O PSOL deve aproveitar as eleições para debater os problemas da classe trabalhadora e da população em geral, assim como as possíveis soluções para ajudar a impulsionar a mobilização. O partido deve ser capaz de mostrar à população as raízes dos graves problemas. O centro de ação da esquerda socialista em 2022 deve estar nas ruas, nas lutas contra a solução liberal-autoritária impulsionada por quem quer que seja.

48. O PSOL só conseguirá cumprir tais tarefas apresentando-se à população brasileira com um programa radical, que coloque na ordem do dia a urgência de mudanças estruturais na vida social, explicitando de forma compreensível a necessidade histórica do socialismo como único meio de superação da barbárie capitalista. Sem se diferenciar dos partidos da ordem e sem se colocar como alternativa de poder anticapitalista é impossível construir o presente e disputar o futuro.

A defesa de um programa radical para enfrentar a barbárie. Estamos com Glauber Braga pré-candidato a presidente!

49. É muito importante a unidade de ação pontual na luta contra os ataques aos direitos da classe trabalhadora; contra o desmantelamento das políticas sociais; em defesa do meio ambiente; em repúdio a toda forma de opressão e violação das liberdades democráticas e para derrotar Bolsonaro.

50. A constituição de Frentes Eleitorais está vinculada à formação de Frentes Políticas para a luta pelo poder. É, portanto, diferente da unidade de ação ou frente para lutar, que tem um caráter pontual e, na maioria das vezes, defensivo. Por isso, apoiar uma frente eleitoral de conciliação de classes como propõem Lula e o PT, e como pretende a maioria da direção, é abrir mão do programa, se comprometer com um possível governo e se destruir como alternativa política.

51. O PSOL deve construir uma FRENTE CLASSISTA E ANTICAPITALISTA, que toque as lutas e construa uma real alternativa política e programática de esquerda e socialista, expressando um projeto de independência de classe. Apenas ela terá condições de disputar tanto o “eleitorado progressista”, que desde o início rejeita Bolsonaro e seus aliados, quanto a parcela da classe trabalhadora que equivocadamente votou nas alternativas da direita tradicional.

52. Para tanto, o lançamento de uma pré-candidatura a presidente do PSOL, voltada para a tarefa política central que é derrotar Bolsonaro, organizar uma frente política de esquerda para impulsionar as lutas e construir um programa radical e anticapitalista, é uma ferramenta fundamental para a qual o companheiro Glauber Braga está disponibilizando seu nome e expressa um acordo unitário com um amplo setor do partido que, para além das diferenças, se dispõe a batalhar pela independência de classe e o programa fundacional do Partido Socialismo e Liberdade. O Bloco de Esquerda Radical coloca todas suas forças militantes a serviço desta pré-candidatura e convidamos o conjunto da militância a vir com a gente e fortalecer essa batalha.

Alternativa Socialista / AS
– Coletivo Esperançar
– Grupo de Ação Socialista / GAS
– Liberdade e Revolução Popular / LRP
– Luta Socialista / LS
– Princípios Revolucionários da Ideologia Socialista / PRIS
– PSOL pela Base
– Socialismo ou Barbárie / SoB

Assinam a Tese da Esquerda Radical do PSOL:

  1. Plínio de Arruda Sampaio Jr — SP SP
  2. Alessandro Fernandes — Diretório Municipal de Juazeiro do Norte — CE
  3. Alexsandro Costa diretório municipal do PSOL Guarulhos — SP SP
  4. Allany Thayze — Exilada política na Bélgica, Repres. internacional do QRC -CSP-Conlutas e Membro Coord. LGBTQIA+ do PSOL- SP. SP
  5. Anderson Nogueira Alves Repres. Reg. Apeoesp Guarulhos e QRC/ Setorial Nac LGBTICSP-CONLUTAS. – SP SP
  6. Carlos Giannazi- Deputado Estadual — SP SP
  7. Celso Giannazi VEREADOR — SP SP
  8. Douglas Diniz — Executiva Nacional do PSOL; PA PA
  9. Gesa Linhares Corrêa- Diretório Estadual PSOL/RJ. Secretaria Executiva Nacional CSP-Conlutas. – RJRJ
  10. Ítalo Freitas — Executiva Estadual da CSP-Conlutas — CE CE
  11. Lujan Maria Bacelar de Miranda- PSOL Vitória. Coordenadora núcleo capixaba da Auditoria Cidadã da Dívida.- ES ES
  12. Marco Antonio Perruso (Trog) — PSOL RJ RJ
  13. Marinalva Oliveira — Ex-Presidente do ANDES-SN — Niterói, RJRJ
  14. Moacir Lopes- PSOL/PR. Diretor FENASPS e Sindsprevs/PR. PR
  15. Nancy Galvão — Secretaria Executiva Nacional da CSP CONLUTAS – Executiva PSOL – SP SP
  16. Olgaises Maués — Psol Belém – PAPA
  17. Renato Assad — Juventude Já Basta! — São Paulo-SP SP
  18. Rosi Santos — Marcha de Mulheres/SP e Vermelhas — Santo André-SP SP
  19. Severino Félix- APEOESP e Professores em Movimento — São Bernardo do Campo-SP SP
  20. Silvia Letícia — Secretaria Executiva Nacional da CSP CONLUTAS – Executiva do PSOL – PA PA
  21. Verónica O’Kelly — Coordenação Nacional de Alternativa Socialista/LIS – RECIFE-PE. PE
  22. Victor Ramalhoso Guerreiro — Executiva municipal e diretório estadual — SP SP
  23. Jane Neves – Vice-Presidente SINTECT/AM AM
  24. Raquel Damasceno dos Santos AP
  25. Liliane Rodrigues Soares AP
  26. Agripino Alves Luz Junior AP
  27. Alexandre Adalberto Pereira AP
  28. André Lins de Melo AP
  29. André Rodrigues GuimarãesAP
  30. Cássia Ceres AP
  31. Édpo Felipe da Silva Ferreira AP
  32. Efigenia das Neves Barbosa Rodrigues AP
  33. EFIGENIA DAS NEVES BARBOSA RODRIGUES AP
  34. Liliane Rodrigues Soares AP
  35. Lúcio Mauro Caldas Oliveira AP
  36. Marcelo Batista – professor AP
  37. Maria do Socorro Simith Neves AP
  38. Maria do Socorro Simith Neves AP
  39. Messias Flecha – Professor AP
  40. Rosiane Costa Melo AP
  41. Saulo oliveira miranda AP
  42. Saulo oliveira miranda AP
  43. Evilásio Pereira BA
  44. Lídia de Jesus BA
  45. Claudecio Gonçalves Leite CE
  46. Thales Mardonio Rabelo Dias CE
  47. Carlos Sobreira Cruz Neto CE
  48. Cecilia de Oliveira Sobreira CE
  49. Cícero dos Santos CE
  50. Filipe Sant’Ana Mantini CE
  51. Italo Antônio Moreira LucenaCE
  52. Karolynne Silva da Costa CE
  53. Mikael Correia dos Santos CE
  54. Pedro Paulo Batista Nunes CE
  55. Priscila Emanuela de Sales Lucena CE
  56. roberta rocha moura CE
  57. Vera Lucia Reinaldo CE
  58. Adjoan Maciel Batista Da Fonseca – Analista De Sistemas DF
  59. Andre Luiz De Oliveira Do Nascimento – Motorista DF
  60. Angelo Balbino Soares Pereira – Executiva Regional Psol-DF DF
  61. Camila Aquino Dos Santos Silva – Servidora Do Judiciário DF
  62. Carlos Roberto dos Santos DF
  63. Cassio Eduardo Silveira Xavier – Músico DF
  64. Claudia Alves Camelo – Técnica Em Enfermagem DF
  65. Claudiana Alves Camelo – Secretária Executiva DF
  66. Clever Gomes Junior – Mecânico DF
  67. Cosme Miranda Rangel – Psol-DF DF
  68. Daneila Luiza De Almeida – Professora DF
  69. Danielle Guedes Silva – Professora DF
  70. Doracy Soares Chaves – Professora DF
  71. Gustavo Meneghin – PSOL-DF DF
  72. Inacio Magalhaes Do Nascimento – Pedreiro DF
  73. Isabela Alves Reis – Advogada/Militante FeministaDF
  74. Janaina Nascimento Dos Santos – Psol-DFDF
  75. Joana Angelica Ribeiro de Melo Diogo DF
  76. Jose Goncalves Netto – Professor DF
  77. Jose Helder Almeida De Sousa – Vigilante DF
  78. Josicler Gomes – Secretária DF
  79. Juliana De Freitas Nascimento – Professora DF
  80. Julio Cesar Lisboa De Lima Pereira – Militante Movimento Negro DF
  81. Kimberly Guida Carvalho – Estudante DF
  82. Laura Alves De Melo – Estudante DF
  83. Laurizete Araujo Gusmão DF
  84. Lucas Barbosa De Melo – Professor DF
  85. Lúcia de Fátima Frias XavierDF
  86. Luciene de Souza Lira – PSOL-DF DF
  87. Marcelo De Franca Laus E Silva – Autônomo DF
  88. Maria Aparecida Borges De Sousa – Professora DF
  89. Maria Celia Santana Da Silva Saglia – Psol-DF DF
  90. Maria Cristina Da Cunha Almeida – Vendedora DF
  91. Maria Eduarda Alves Nunes – Estudante DF
  92. Maria Lúcia da Silva Lopes – Professora DF
  93. Mario Paes De Almeida – AutônomoDF
  94. Mauro Sergio De Jesus Fernandes – Advogado DF
  95. Poliana Pereira Rodrigues – Professora DF
  96. Raimunda Cacilda De Oliveira – Trabalhadora Doméstica DF
  97. Raimunda De Freitas Nascimento – Costureira DF
  98. Renata Wilck Alves de Almeida – PSOL-DF DF
  99. Rodrigo Azevedo Cassiano – Estudante DF
  100. Sebastiana De Almeida Aguiar Vieira – Psol-DF DF
  101. Stela Alves Camelo – Técnica Em Enfermagem DF
  102. Alzimar Souza Braga ES
  103. Ana Maria do Nascimento ES
  104. Dionisia dos Santos Silva ES
  105. Dnery Maria Ribeiro ES
  106. Domingos Cordeiro França ES
  107. Edson Bonfim dos Santos ES
  108. Francisco dos Santos Filho ES
  109. Gerci Baiense da Fonseca ES
  110. Juliana Leite dos Santos ES
  111. Maria Ignez Pereira Sales Miranda ES
  112. Willian Aguiar Martins ES
  113. Edilane Viana Cabral – Professora GO
  114. Erivan Junio Silva Barros GO
  115. Maria De Jesus Mesquita – Professora Aposentada GO
  116. Pedro Alves Viegas GO
  117. Alexandre Esteves – PSOL-BH MG
  118. Almir Pereira Coimbra MG
  119. Ana Mesquita da Cunha MG
  120. Antonio Almeida – Cineasta MG
  121. Aparecida Tomazio de P. Guimarães MG
  122. Cleuza Ferreira Lima MG
  123. Cleuza Maria Faustino do Nascimento MG
  124. Fabiana da Silva Chrispim MG
  125. Flávio Pires MG
  126. Gabriel Adriano – PSOL-Sabará MG
  127. Genivaldo Fagundes de Morais MG
  128. Graciema Moura de Alcântara Araújo MG
  129. Halley Cunha – PSOL-Porteirinha MG
  130. Iara Suzana – PSOL-BH MG
  131. Ione Martins Fortunato MG
  132. Joel Gomes Magalhães MG
  133. José Afonso de Oliveira MG
  134. José Antônio Rodrigues MG
  135. José Guimarães MG
  136. Julia Maria Vieira MG
  137. Leila Cristina Sena Santos MG
  138. Luciana Pontes Cunha MG
  139. Luiz Fernando Gomes – Servidor Técnico Judiciário MG
  140. Manoel Dalmy Braga MG
  141. Margareth Maciel Bernardes MG
  142. Maria Angela Ferreira MG
  143. Maria Aparecida de Moura MG
  144. Maria da Conceição Carrasco MG
  145. Maria Helena da Silva MG
  146. Maria Iraci – PSOL-BH MG
  147. Mariza Dias Quirino MG
  148. Mirian dos Santos Barbosa MG
  149. Nóbio Prates Viana MG
  150. Oneide Oliveira MG
  151. Roberto Marcos de Jesus MG
  152. Rubens Teixeira – Diretório Estadual do MG MG
  153. Sandra Maria dos Santos MG
  154. Teresinha Laborão MG
  155. Valdelice de Moura MG
  156. Matheus De Mesquita E Pontes – ProfessorMT
  157. Renata Serafim Espindola De Oliveira – Fisioterapeuta MT
  158. Suellem Cerqueira A Souza MT
  159. Waldir Bertulio — ADMT e PSOL-MT MT
  160. Alberto Bezerra Sales PA
  161. Alcyr Lima Valente – Bancário PA
  162. Aline Magalhães dos Santos – Assistente Social/Belém PA
  163. Allan Azevedo Andrade – Professor PA
  164. Ana Paula Resende – Bancária Aposentada PA
  165. Ana Pimentel – Estudante PA
  166. Ana Rita Lopes da Silva PA
  167. André Lucas Rodrigues de Lima – Estudante PA
  168. André Luis S. Tavares – Professor PA
  169. Andrea Matos – Direção Regional Norte 2 Andes/SN PA
  170. Beatriz Lima do Nascimento PA
  171. Benedito Pacheco PA
  172. Bruno Perdigão Pacheco PA
  173. Carla Neas Ferreira PA
  174. Carlos Alberto Ramos – Coord. Sintepp Belém PA
  175. Carlos Augusto Soares Nascimento PA
  176. Carlos Eduardo Gomes da Silva – Professor PA
  177. Cláudio Mota Rodrigues de Souza PA
  178. Cleber Lázaro Pereira da Costa – transporte alternativo PA
  179. Daniela Monteiro da Cruz – Bióloga PA
  180. Denio Marinho – Professor PA
  181. Dolores Lima Fernandes – Aposentada PA
  182. Dulcideia Palheta – Direção Regional Norte 2 do Andes/SN PA
  183. Edivaldo Edson Pantoja da Silva – Dida Bancário PA
  184. Eduardo Bezerra Sales PA
  185. Eduardo Pimentel – Coord. Sintsep/Pa PA
  186. Eduardo Rodrigues – Estudante PA
  187. Elayne da Luz Saraiva PA
  188. Eliana Formigosa – Professora PA
  189. Fátima do Rosário Pacheco Soares – Professora PA
  190. Fellipe Matheus da Cruz Sousa – Estudante PA
  191. Gabriel Rodrigues – Direção PSOL Ananindeua PA
  192. Gabriela Luz – Professora PA
  193. Gilmar Mota Rodrigues de Souza PA
  194. Helen da Silva Martins PA
  195. Iara Conceição de Souza Pinheiro – Professora PA
  196. Izabel Maria Mesquita Ramos – Autônoma PA
  197. Jacilene do Socorro – Direção PSOL Baião PA
  198. Jackson Farias Guimarães.- professor PA
  199. Jaime Sales Júnior – Servidor Federal PA
  200. João Raimundo Bararuá PA
  201. Jonathan Perdigão Pacheco PA
  202. José Antônio (Toninho) Direção PSOL Baião PA
  203. Josué Marcos Vieira do Nascimento – Servidor Federal PA
  204. Karen Roberta Couto SantosPA
  205. Katia Cilene Nina Santos – Professora PA
  206. Kelvin Wiliam Assunção dos Santos – Cuidador PA
  207. Larissa Carolina Brito de Andrade – Estudante PA
  208. Lenilson Pureza PA
  209. Leonardo Oliveira do Nascimento Júnior – Rodoviario PA
  210. Leonardo Vilar Tavares da Silva PA
  211. Lidiane Oliveiras Baia PA
  212. Lilian Pereira do NascimentoPA
  213. Lucia Faria da Rosa – Professora PA
  214. Lucicleia Ferreira Castro PA
  215. Luigi Sousa Milhão PA
  216. Luiza Martinho Trindade Ferreira – Psicóloga PA
  217. Lyndon Johnson Lopes de Oliveira Junior – Estudante PA
  218. Madline Nascimento – Coord.Associação Iacá PA
  219. Marcelene Oeiras Costa – Assistente SocialPA
  220. Marcelo Barros do Amaral PA
  221. Marcelo Diniz – professor/ Coord. Regional Metropolitana do Sintepp PA
  222. Márcio André Calil Gomes – professor PA
  223. Márcio Antônio Cunha Solimões PA
  224. Márcio Maurício Lima Fernandes – Autônomo PA
  225. Marcolino Damasceno Lima Neto – Servidor Municipal PA
  226. Marcus Solimões – Coord. Sintsep/Pa PA
  227. Maria da Glória B de Queiroz – Professora PA
  228. Maria Manuela Martinho – trabalhadora autônoma PA
  229. Maria Venina – Autônoma PA
  230. Marielson Rodrigues Guimarães PA
  231. Marlene Antônia dos Santos – Aposentada PA
  232. Marquinho Mota – Ativista Socioambiental PA
  233. Marta Regina Silva Ferreira – Professora PA
  234. Maryzaura Lima do Nascimento – Professora PA
  235. Maurício Matos – Direção Nacional Fenanp PA
  236. Maurício Soares do Nascimento PA
  237. Max da Costa Alves – Psicólogo PA
  238. Michele Borges de Souza – professora PA
  239. Miriam Sodré – Professora/Coord. Sintepp Belém PA
  240. Nathalia Gatinho da Silva – Administradora PA
  241. Neide Solimões – Direção PSOL Pará – Coordenadora Geral do Sintsep-PA
  242. Nelson Damasceno Nogueira Lima Junior PA
  243. Nilmara Cristina Carvalho de Melo – Jornalista PA
  244. Osmarina Oliveira – Aposentada PA
  245. Paulo André de Brito Ramos – trabalhador autônomo PA
  246. Paulo Emmanuel da Costa Moraes – Servidor Federal PA
  247. Paulo Sérgio – Professor, Coordenação Sub Sede do Sintepp ConcórdiaPA
  248. Paulo Yuri da Silva – professor PA
  249. Petrônio Augusto Pantoja de Andrade – Autônomo PA
  250. Raimundo Gilberto de Oliveira Marinho – Servidor FederalPA
  251. Randel Sales Monteiro Curralinho PA
  252. Raymundo Trindade da Silva PA
  253. Reginaldo Reis -Presidente Psol Baião PA
  254. Renaldo Reis PA
  255. Renata Kelly Amador Ramos Duarte – Professora PA
  256. Robson Gil Neris Costa – Professor PA
  257. Rosa Oliveira – Professora, Coordenação da Associação Iacá PA
  258. Salomão de Lima Moura PA
  259. Sandoval Quaresma de Moraes – mito taxista PA
  260. Sandra Lídia da Luz – Técnica em Radiologia PA
  261. Sandra Regina Nascimento Lima – Professora PA
  262. Selma Lilian da Luz – Cuidadora PA
  263. Sheila Lívia da Luz PA
  264. Sheila Ramos Ratos – trabalhadora autônoma PA
  265. Sônia Maria Pinto da Conceição PA
  266. Sonia Suely dos Santos Tavares – trabalhadora autônomaPA
  267. Tarinny Cristina Lopes de Souza – Estudante PA
  268. Vera Coimbra – Direção PSOL Ananindeua PA
  269. Vera Cruz Evangelista PA
  270. Victor Fernando Ramos de Oliveira PA
  271. Vitória Vieira Pires PA
  272. Walciclea Purificação da Silva Cruz – servidora federal PA
  273. Waldecy Abreu Santos PA
  274. Walmir Brito – Servidor Federal PA
  275. Zarah Trindade – Direção PSOL Belém PA
  276. Márcio Teotônio Torres PE
  277. Oton Duarte PE
  278. Quézia Ferreira dos Santos PE
  279. Aline Cristina da Silva Veras PI
  280. Ana Cristina da Silva Veras PI
  281. Anielle Cristina da Silva Veras PI
  282. Cristiane Fernandes da SilvaPI
  283. Francisco José da Silva PI
  284. Hélbia Bona PI
  285. João Batista da Silva Oliveira PI
  286. Maria de Jesus Oliveira da Silva PI
  287. Mauro Nunes de Sousa PI
  288. Pedro Lopes Pereira PI
  289. Raimundo Tércio dos Santos Silva PI
  290. Romualdo Lopes PI
  291. Valdeburg Barros dos Santos PI
  292. Airton Simeão de Oliveira PR
  293. Anderson Ruela PR
  294. Anildo Andrade Fagundes PR
  295. Antônio Brás Lopes PR
  296. Antônio Caetano PR
  297. Antônio Gerssi Borges de Lima PR
  298. Aparecida Mendes PR
  299. Bruna Hinterholz PR
  300. Carlos Alberto da Silva PR
  301. Denis Dias de FreitasPR
  302. Ely Sturion PR
  303. Gabriel Medeiros da Costa PR
  304. Gabriela Arabella de Oliveira PR
  305. Geraldo Mendes Moura PR
  306. Gerson Sonego PR
  307. Giancarlo Roger Hilario. PR
  308. Gilmar Cervi PR
  309. Glacy das Graças Marcondes PR
  310. Heloisa Helena Gomes Teixeira da Paz PR
  311. Hugo Ramirez Filho PR
  312. Irineu Rafaeli PR
  313. Jamila José Saab PR
  314. Jose Roberto da Silva PR
  315. Julio Cortez PR
  316. Leandro Leonardo de Souza Costa PR
  317. Lincoln Ramos e Silva PR
  318. Marcelo Franzon PR
  319. Maria Izilda Marques PR
  320. Marilene Lacerda Giroldo PR
  321. Marlene de Jesus Alves da Costa PR
  322. Marli Terezinha Alves da Costa PR
  323. Orizete Martins dos Santos PR
  324. Osmar BatistaPR
  325. Paulo Cesar Weber PR
  326. Paulo Marçal PR
  327. Pedro Stolfo PR
  328. Rafael Pires Machado PR
  329. Romilda de Souza da Costa PR
  330. Ronaldo Rodrigues Cardoso PR
  331. Roseli Aparecida Lima PR
  332. Ruy João dos SantosPR
  333. Sebastião Jose de Oliveira PR
  334. Sidney Andrade de Souza PR
  335. Tiago Fernandes Batista PR
  336. Valter Alves da CostaPR
  337. Vilma do Carmo SilvaPR
  338. Virlei Primo PR
  339. Alexandre Marques Rola RJ
  340. Andreia Fernandes Neves RJ
  341. Angelo Cezar Jachelli Junior RJ
  342. Bárbara Nascimento RJ
  343. Camila Cristina Ferreira Silva RJ
  344. Carlos Antonio Fernandes Machado – Carlos Tukano – RJRJ
  345. David de Oliveira Pinto RJ
  346. Débora Naval RJ
  347. Denise Soares Teixeira RJ
  348. Egeson Conceição Ignácio da Silva RJ
  349. Evandro Macedo Mureb RJ
  350. Fabiana Alves De Barros RJ
  351. Fernando D’Angelo Machado RJ
  352. Francisco Carlos de Mattos RJ
  353. Humberto da Silva Michaeli RJ
  354. Ilquias Araújo RJ
  355. Ivan Jorge Paes Leme RJ
  356. Izabel Firmino– SINTUFF RJ
  357. Janaína de Assis Matos RJ
  358. Julio Andrade RJ
  359. Keli de Moraes AbreuRJ
  360. Leonardo Agostinho Freitas RJ
  361. Luciano Rodrigues dos Santos RJ
  362. Marcelo paula de melo RJ
  363. Marcia Paloma Almeida RJ
  364. Marcos Rangel de Lima RJ
  365. Maria Aparecida Firmino RJ
  366. Maria Bitencourt Primo RJ
  367. Maria Carolina de Oliveira RJ
  368. Maria Carolina de Oliveira RJ
  369. Mariana da Silva de Sant Anna RJ
  370. Marize Vieira de Oliveira RJ
  371. Nancy Ferreira da Silva Belo RJ
  372. Sandra Guizan – SINTUFF RJ
  373. Sergio Jorge Costa RJ
  374. Sergio Tadeu R. dos Santos RJ
  375. Sheila Cristina Martins RJ
  376. Viviane Narvaes — PSOL RJ RJ
  377. Vladimir Silva de Farias – Metroviários RJ RJ
  378. Aline Pereira da Silva RN
  379. Ana Cláudia Silva de Farias RN
  380. Cícero Nogueira da Silva Neto RN
  381. Dalvaci Oliveira da Silva RN
  382. Demóstenes RN
  383. Fábia FerreiraRN
  384. Francisca Etelvina da Conceição Dantas RN
  385. Francisco Alberto Silva de Farias RN
  386. Jorge Machado RN
  387. José Garcia Sobrinho RN
  388. Jose Joaquim Sobrinho RN
  389. José Mendes de Oliveira Neto RN
  390. Jose Wilson Silva de Farias RN
  391. Katia Viviane Braga da Silva RN
  392. Lênin Tierra Silva RN
  393. Márcio Freitas de Paiva RN
  394. Maria da Conceição Ferreira RN
  395. Maria da Conceição Lima da Silva RN
  396. Maria Elizabeth Dias Carvalho RN
  397. Maria Guadalupe Segunda RN
  398. Maria Jose Ramos RN
  399. Maria Suerda de Lima RN
  400. Nelson Marcolino Albuquerque RN
  401. Nilvan Rodrigues da Silva RN
  402. Raimundo Varela da Silva RN
  403. Raquel Valentim da Silva RN
  404. Rosangela Maria Baracho RN
  405. Ruziany Lousada RN
  406. Sineide Barbosa Nunes RN
  407. Sonia Maria Godeiro RN
  408. Tales Augusto de Oliveira RN
  409. Thomas Heidegger Saldanha RN
  410. Zelia Maria Mendes RN
  411. Fernanda Rodrigues Leivas RS
  412. Ludimilla Fagundes – Professora/Coletivo Feminista Marielle ViveRS
  413. Fernando Luz RibeiroSC
  414. João Batista Nunes SC
  415. Júlia Vendramini Andrade SC
  416. Marília Zabel SC
  417. Natan Mário KrutzschSC
  418. Nathalia Silveira SC
  419. Simoni de Cássia Lima Fernandes – trabalhadora autônoma SC
  420. Tiago Mateus de Azevedo SC
  421. Adenildo de Souza Campos SP
  422. Adevaldo Celestino De Souza SP
  423. Adriana Almeida SP
  424. Adriana Cristina Cunha Solimões SP
  425. Adriana Dezotti Fernandes SP
  426. Adriana Ferreira SP
  427. Adriana Maria De Jesus SP
  428. Adriana Moraes dos Santos – RE Santo Amaro SP
  429. Adriene Gomes Valva SP
  430. Adrino Couto De Oliveira SP
  431. Agda Vaz Batista SP
  432. Agnaldo Ferreira SP
  433. Agostinho De Jesus Bispo SP
  434. Ailton Custodio Appolinaria SP
  435. Alan Martins – Executiva Municipal PSOL SP
  436. Alberto Correa de Toledo SP
  437. Aldenice Gomes Da Silva SP
  438. Alessandra Elyse Barbosa de Oliveira SP
  439. Alessandro Rajão Moraes SP
  440. Alex Adriano Alcazar Fernandes SP
  441. Alex Santana Vieira SP
  442. Alexandre Adolfo Miranda de Almeida SP
  443. Alexandre Alves SP
  444. Alexandre Carvalho de AcioliSP
  445. Alexandre de Melo Alcântara Junior SP
  446. Alexandre Henrique Da Silva Marcelino SP
  447. Alexandre Lisboa Ferreira SP
  448. Alexandre Ostelak SP
  449. Alexandre Pacheco DM PSOL SP
  450. Alexsandro De Castro Costa SP
  451. Alexsandro Rodrigues de Brito SP
  452. Alice Cardoso De Lisboa SP
  453. Aline Cristina Santos Barbosa – Professora SP
  454. Allany Thayze Ferreira Dos Santos – QRC Int Conlutas SP
  455. Almir Aparecido Machado SP
  456. Amanda Beduschi Sterzo SP
  457. Ana Claudia Chagas SP
  458. Ana Claudia De Souza Campos SP
  459. Ana Cristina da Silva SP
  460. Ana Cristina Maranhão Ventura SP
  461. Ana Maria Louzada Amorim SP
  462. Ana Paula Jesus De Lima SP
  463. Ana Paula Miriani – Professora – Santo André SP
  464. Ana Paula Pereira da Silva Coelho – Profa. Mun. SindseP SP
  465. Anderson Da Conceição Rodrigues SP
  466. Anderson Gomes Ferreira SP
  467. Anderson Nogueira Alves SP
  468. Anderson Pinheiro Martins SP
  469. Andiara Souza Ferreira SP
  470. Andre Lopes Loula SP
  471. André Lopes Souza SP
  472. Anivaldo Laurindo Ferreira SP
  473. Anne Martinho Soares SP
  474. Antonia Miranda Barbosa SP
  475. Antonio Carlos Da Silva SP
  476. Antônio Carlos Magari SP
  477. Antonio Carlos Soler Notário SP
  478. Antonio De Souza Oliveira SP
  479. Antonio De Souza Ormundo SP
  480. Antonio Macário de Moura SP
  481. Antônio Onofre SP
  482. Armando Porto Alegre SP
  483. Arthur Vinícius dos Santos Bellomi SP
  484. Arue Martinho Soares SP
  485. Augusto Almeda Correia SP
  486. Aurea Madalena Gonçalves SP
  487. Bárbara Ellys Simonetti SP
  488. Beatriz Dias Silvério SP
  489. Benedito Donisete De Campos SP
  490. Beto Bannwart SP
  491. Bonifácio Ribeiro SP
  492. Breno Félix Gomes Silva SP
  493. Brian Fernando Custodio SP
  494. Bruna Fernanda Zerbinatti SP
  495. Bruna Rodrigues Cordeiro SP
  496. Bruno de Cassio Schilling Chiaça SP
  497. Bruno de Oliveira SP
  498. Bruno Lopes Loula SP
  499. Bruno Lopes Souza SP
  500. Bruno Monteforte – Professor – Santo Andre SP
  501. Cacilda Fernandes Ribeiro SP
  502. Caíque Meirelles SP
  503. Camila MirianiSP
  504. Camila Suno SP
  505. Camile Rodrigues Da Silva SP
  506. Cândido Henrique Ronchi SP
  507. Carlos Alberto Ferreira SP
  508. Carlos Alberto Ferreira Da Rocha SP
  509. Carlos Cesar Herman SP
  510. Carlos Eduardo ” Kaká ” Mello SP
  511. Carlos Fernandes de Oliveira SP
  512. Carlos Giannazi – dep est SP SP
  513. Carlos Kalil Bentes da Silva SP
  514. Carlos Renato Pereira Leite SP
  515. Carlos Roberto de Souza – Sind. Químicos SJC SP
  516. Carmen Olivieri SP
  517. Carolina Pereira Ribeiro SP
  518. Caroline Da Silva SP
  519. Celso Giannazi – Vereador São Paulo SP
  520. Celso Lungaretti SP
  521. Celso Vilela SP
  522. Cícero Florentino de Arruda SP
  523. Claudemir Aguiar SP
  524. Claudia Martinho SP
  525. Claudia Santana Martins SP
  526. Cláudio Armelin Melon SP
  527. Concecao Aparecida Marcelino SP
  528. Cristian Henrique Alves Castilho SP
  529. Cristiane De Souza Araujo SP
  530. Cristiane Schilling Chiaça SP
  531. Cristiane Silva Venâncio SP
  532. Cristiano Gomes de Souza SP
  533. Cristiano Idalgo Leite SP
  534. Cristiano Modesto SP
  535. Cristina Akemi Munehisa SP
  536. Cristina De Fátima Carlos SP
  537. Dalva De Souza SP
  538. Daniel Gomes da Gama SP
  539. Daniel Paulo de Carvalho SP
  540. Daniel Tavares SP
  541. Daniela Barbati Osório SP
  542. Daniela de Fátima D Onofrio SP
  543. Daniela Gomes da Gama SP
  544. Daniela Gonçalves Alves Gurgel SP
  545. Daniele Lima Castilho SP
  546. Danilo Assis Ormundo SP
  547. Danilo Cursino SP
  548. Danilo Moreira Borges de Oliveira SP
  549. Danubia Josefa Gonçalves SP
  550. Davi Paulo Junior – Sind. Químicos SJC Pres. PSOL SP
  551. David Morais – dirigente Banahado mov pop SP
  552. David Richter Júnior SP
  553. Debora Claudia Da Silva Santos SP
  554. Déborah Aparecida SP
  555. Deborah Lorenzo Gomez Silva SP
  556. Démerson Dias – fundador PSOL SP – judic fed. SP
  557. Demetrius Marcelino – Pres. PSOL – Opos. Sind. Munic SP
  558. Dener Gomes da Gama SP
  559. Denis Gabriel Nascimento de Almeida SP
  560. Diego Assis SP
  561. Diogo Francelin SP
  562. Divani Fátima da Silva – Conselheira Est. ApeoespSP
  563. Douglas Cardoso da Silva SP
  564. Douglas De Magalhães Ferreira SP
  565. Douglas De Oliveira Ratz SP
  566. Dulce hipólito SP
  567. Eder Alexandre Todesco SP
  568. Eder Jose Da Costa SP
  569. Ederaldo Batista SP
  570. Edgar Cândido BritesSP
  571. Edileuza Maria Da Silva SP
  572. Edilson Camilo SP
  573. Edna Valéria Dos Santos SP
  574. Ednaldo De Oliveira Sant Anna SP
  575. Edson Gabriel GarciaSP
  576. Edson Gonçalves Roshel SP
  577. Eduardo Campos Ferreira SP
  578. Eduardo Campos Ferreira SP
  579. Elaine Aparecida Tavares Rasga Mariano SP
  580. Eliane Delfiol SP
  581. Elisabete Sales Melo SP
  582. Elisangela Avelino Fernandes SP
  583. Elisete Da Fatima Martins Lopes Dos Santos SP
  584. Eloisa Tamie Miyake SP
  585. Emanuelle Nery SP
  586. Emerson JoseSP
  587. Emerson Ribeiro Da Silva SP
  588. Enrico Bigotto SP
  589. Eugenia Zilioli SP
  590. Evellyn Gutierrez SP
  591. Ewerton augusto Franzini SP
  592. Fabiana Cristina Rodrigues SP
  593. Fabiana de Oliveira de Lino Santos SP
  594. Fábio Antônio Carneiro Da Cunha Bosan SP
  595. Fabio Augusto Ferreira SP
  596. Fábio Corrêa Lima SP
  597. Fabio Fernando Da Silva SP
  598. Fabio Pereira De Souza SP
  599. Fábio Ribeiro Tiago SP
  600. Fabrício Cezar Gomes SP
  601. Felícia Bruna Santos Pires SP
  602. Felipe Thomas SP
  603. Fernanda Vedrossi SP
  604. Fernando dos Santos Rosa SP
  605. Fernando Pereira da Silva SP
  606. Fernando Vinicius Alves dos SantosSP
  607. Flávio Augusto – RE Apeoesp Itapecerica da SerraSP
  608. Flavio Stocler SP
  609. Francilene Da Conceição Alencar SP
  610. Francinete Alves Da Silva SP
  611. Francisca Das Chagas Mendes De AlencarSP
  612. Francisco Carlos SP
  613. Francisco Eduardo Bodião SP
  614. Franklin Siqueira SP
  615. Gabriel Francisco Marvullo Rossini SP
  616. Gabriel Gomes Da Silva Santos SP
  617. Gabriel Manhães Barreto SP
  618. Gabriel Wanthur Ramos SP
  619. Gabriel Yuthá Ávila Leite SP
  620. Gedilson de l. SantosSP
  621. Gefson Luiz – Professor – Santo André SP
  622. Geovanna Bueno da Silva SP
  623. Geraldo Dias Filho SP
  624. Gilberto Antônio Vanetti M SP
  625. Gilmar dos Santos Soares SP
  626. Giovane de Almeida Telles- Sind. Químicos SJC SP
  627. Gisele Cristina De Sousa Maia SP
  628. Glaucia Machado Da Silva SP
  629. Gleidson Alvaro Mariotto SP
  630. Goreti Aparecida Prota Da Silva SP
  631. Graziela Rodrigues Faria dos Santos SP
  632. Gregório Ribeiro SP
  633. Guilherme Fernandes Leite DM PSOL SP
  634. Heiner Denis FerreiraSP
  635. Helinalva da Cunha Gonçalves SP
  636. Humberto Franca Rosendo SP
  637. Igor Santos SP
  638. Igor Tanaka SP
  639. Ildo Pereira SP
  640. Ines Cristina Plasa SP
  641. Iolanda De Souza SP
  642. Irene Maria Gomes Valva SP
  643. Irineu Bezerra Da Costa SP
  644. Isabella Beneduci Assad SP
  645. Isabella Wolf SP
  646. Ítalo Franklin Clarindo SP
  647. Ivan Mota Basile SP
  648. Izildinha Gonçalves Brites SP
  649. Jacira Costa Silva SP
  650. Jaime Da Silva – DM Psol SP
  651. Jairo Rodrigues RosaSP
  652. Jayme Perin Garcia SP
  653. Jeferson Rodrigues SP
  654. Jefferson Franklin De Jesus SP
  655. Jefferson Silveira Gomes SP
  656. Jessica Gabrielly de Jesus SP
  657. Jhonatan Souza Pires SP
  658. João Batista – Presidente D.M. Embu Guaçu SP
  659. Joao Batista Da MotaSP
  660. Joao Frutuoso Da Silva SP
  661. Joao Jeronimo Da Silva SP
  662. João Tadeu Sena SP
  663. Jocastha Cristina dos Santos e Silva SP
  664. Joelma Silva Amorim SP
  665. Jorge Paez SP
  666. Jorson Jonas de Oliveira SP
  667. José Alexandre Roldan Rodrigues SP
  668. José Alfredo Marta Agostinho SP
  669. Jose Barbosa SP
  670. Jose Carlos Dagua SP
  671. Jose Claudio Fortes Alves SP
  672. Jose Everaldo Fortes Alves SP
  673. Jose Luiz De Moura SP
  674. José Luiz Ferreira Da RochaSP
  675. José Natalino LandimSP
  676. José Paiva Júnior SP
  677. José Ramos SP
  678. José Ribamar Feitosa De Souza SP
  679. Jose Roberto De Oliveira SP
  680. José Roberto Silva SP
  681. Jose Rodrigues De Campos SP
  682. José Rubens Decares SP
  683. Josefa Gomes Da Silva SP
  684. Joselino Vieira De Souza SP
  685. Josiane Da Silva Amorim SP
  686. Josivaldo Do Carmo Dantas SP
  687. Juares Ribeiro Da Silva SP
  688. Juceia Dos Santos Soares SP
  689. Júlia Tibério Vallim SP
  690. Juliana Aparecida De Souza SP
  691. Juliana Leonor de Souza Camilo SP
  692. Juliana Pires Magalhaes SP
  693. Juliana Pires Magalhaes SP
  694. Julieta Lui – Conselheira Estadual Apeoesp SP
  695. Junia Carvalho SP
  696. Juraci dos Santos Gomes SP
  697. Kátia da Paixão Leal SP
  698. Larissa Fujinaga Marques SP
  699. Leandro Augusto Dias Marcolino SP
  700. Leandro Moita – Professor – Santo André SP
  701. Leda Maria Da Silva Raimundo SP
  702. Leila Letícia Gomes dos Santos SP
  703. Leonel De Souza Neto SP
  704. Letícia Miller SP
  705. Levi Lorieri Prado e Souza SP
  706. Lidia Louzada Cardoso SP
  707. Lidia Vicente Noronha SP
  708. Ligia Miriani Ferreira SP
  709. Lilian Machado Duarte SP
  710. Lionel Fontanesi SP
  711. Loide Pires Alves De Carvalho SP
  712. Lourival Pereira Dantas SP
  713. Luan De Abreu CostaSP
  714. Lucas Benatto da Silva SP
  715. Lucas Cracco SP
  716. Lucas Gabriel dos Santos Apolonio SP
  717. Lucas Pinheiro SP
  718. Lúcia Agnelia De Souza Alves SP
  719. Lucia Fatima Farias Batista SP
  720. Lucia Helena Da Silva SP
  721. Luciana Carneiro Da Cunha Bosan SP
  722. Luciana Pereira – Pres. DM – Conselheira Est. Apeoesp SP
  723. Luciano Alves DuarteSP
  724. Luciany Carneiro Cunha Bosan SP
  725. Luciany Haiana Carneiro Da Cunha Bosan SP
  726. Luciara Regina Brunelli SP
  727. Luciene Cavalcante – DE SP SP
  728. Luciene Cavalcante Da SilvaSP
  729. Ludmila Alves da Silva SP
  730. Ludmila Maria do Lago SP
  731. Luis Carlos De Oliveira SP
  732. Luis Fabio Rodrigues de Souza SP
  733. Luis Henrique CraccoSP
  734. Luis Matheus Lobato Mina SP
  735. Luís Nunes SP
  736. Luiz Eduardo Sanches – Sind. Químicos SJC SP
  737. Luiz Fernando Bernardes SP
  738. Luiz Fernando Mafeu SantosSP
  739. Luiz Fernando Santos SP
  740. Luiz Henrique de Barros SP
  741. Luiza Guilhen Oliveira SP
  742. Luzia Alves SP
  743. Maira Fernanda Tobias Ramos SP
  744. Manoel Araujo De Souza SP
  745. Manuel Iraola SP
  746. Mara Ramos SP
  747. Marcel Robert Agea Sá SP
  748. Marcello Sardinha SP
  749. Marcelo Jose Sampaio SP
  750. Marcelo Sabino Dos Santos SP
  751. Marcelo Volpi SP
  752. Marcia Longo SP
  753. Marcia Vieira SP
  754. Márcio Da Silva Batista SP
  755. Márcio José dos Santos SP
  756. Marcio Miranda SP
  757. Marcio Vidal Marinho SP
  758. Marco Antônio Moraes SP
  759. Marco Aurélio Nunes De Oliveira SP
  760. Marcos Antonio Valva SP
  761. Marcos Honório Fabiani Vieira SP
  762. Marcos Paulo Oliveira Prudente SP
  763. Marcos Valério dos Santos – DM PSOL SP
  764. Marcos Vinicius Paula Da Silva SP
  765. Maria Aparecida da Silva SP
  766. Maria Benedita De Paula SP
  767. MARIA CAROLINA CORTE OLIVEIRA SP
  768. Maria Cordeiro SP
  769. Maria Cristina Pereira SP
  770. Maria Cristine CorreaSP
  771. Maria Dark Gomes dos Santos SP
  772. Maria de Fátima de Lima SP
  773. Maria de Lourdes SP
  774. Maria Dolores Fortes Alves SP
  775. Maria Elenice da Costa SP
  776. Maria Hildete Nepomuceno Rezende SP
  777. Maria Izabel Rabelo Fonseca SteterSP
  778. Maria Jose Da Silva SP
  779. Maria Lúcia SP
  780. Maria Luiza Appoloni Zambom SP
  781. Maria Luiza do Amaral Figueiredo SP
  782. Maria Renata Morales SP
  783. Maria Silva SP
  784. Marilda Loria SP
  785. Marina Dias Ornello SP
  786. Marino Mondek SP
  787. Mariza Rodrigues Lopes SP
  788. Markieus Alves da Silva SP
  789. Marlene da Costa SP
  790. Marlene Petros Angelides SP
  791. Marli Pires Machado – Conselheira Estadual da Apeoesp SP
  792. Martin Torres Castro SP
  793. Matheus Sant Ana Gomes SP
  794. Matorino Jose Dantas SP
  795. Maura Apolinário – Diretório Municipal Embu Guaçu SP
  796. Mauricio De Campos Canto SP
  797. Maurício dos Santos SP
  798. Mauricio Rosa Froes SP
  799. Maurício Santos – DE PSOL – DM Taboão – Apeoesp SP
  800. Mauro Amarair Borges SP
  801. Mauro Avancini Júnior SP
  802. Mayara Cristina Martins SP
  803. Maycon Prates dos Santos SP
  804. Michael Luis Da Rocha SP
  805. Michel Cardoso SP
  806. Michel Miranda Dias SP
  807. Michele Cristina Duarte SP
  808. Mirella Beneduci SP
  809. Naide Leonor SP
  810. Nancy Galvão —Exec Nac CSP CONLUTAS – ExPSOL-SP SP
  811. Natália Ribeiro Dos Santos SP
  812. Natasha Janaina Campos De Oliveira SP
  813. Nayane Batista da Silva SP
  814. Nicole Grande S. Martinez SP
  815. Nithany Herculano SP
  816. Noemi Dos Santos Silveira SP
  817. Odair Jose De Oliveira SP
  818. Odair Jose Pereira SP
  819. Onias Carlos Pires SP
  820. Pamela Gomes da Gama SP
  821. Paola Gomes da Gama SP
  822. Parnaiotes Silva SP
  823. Patricia Emilia De Oliveira SP
  824. Patricia Santos Da Silva SP
  825. Patricia Santos Loula SP
  826. Paulo Lourenço SP
  827. Paulo Tavares SP
  828. Pedra Maria Silva SP
  829. Pedro Cintra Couto Zonta SP
  830. Peterson Gomes da Gama SP
  831. Peterson Luis Augusto Barbosa Da Costa Leite SP
  832. Plínio de Arruda Sampaio Jr SP
  833. Pricila Aparecida Filha SP
  834. Priscila Da Silva Rodrigues SP
  835. Priscila Reimão De Melo Fortunato SP
  836. Quelice Gloria Oliveira SP
  837. Rafael Cicero SP
  838. Rafael Maragni SP
  839. Rafaela Aparecida Dias Sebastião SP
  840. Rafaella Alves de Oliveira SP
  841. Raiane Alcântara Pereira SP
  842. Raimundo Nonato Celestino SP
  843. Raquel Aparecida Ramos SP
  844. Rebeka Gonçalves Dias SP
  845. Regina Moraes – Oposição Servidores Cubatão SP
  846. Reginaldo de Souza – Sind. Químicos SJC SP
  847. Reinaldo Pereira – Tesoureiro D.M. Embu Guaçú SP
  848. Rejane Medeiros Da Silva SP
  849. Relucia Maria De Souza SP
  850. Renan Fernandes Dos Santos SP
  851. Renata Matos Macedo Figueiredo SP
  852. Renata Montenegro Gazzaneo SP
  853. Renata Oliveira SP
  854. Renata Rosa da Silva Monteiro SP
  855. Renata Tomeo Soares Pacheco SP
  856. Renato Alves Fagundes SP
  857. Renato Antonio Negri Filho SP
  858. Renato Assad — Juventude Já Basta! SP
  859. Renato Cracco SP
  860. Renato Leandro Vieira – DM PSOL SJC SP
  861. Ricardo Ferreira da Silva SP
  862. Ricardo Nobuo Harada SP
  863. Rivaldo Sacramento Oliveira SP
  864. Roberto Boreli – Conselheiro Estadual da ApeoespSP
  865. Roberto Tavares SP
  866. Robson Carlos Ramos De Oliveira SP
  867. Rodolfo Pelegrin SP
  868. Rodrigo De Sena Sampaio SP
  869. Rodrigo Pedroso SP
  870. Rogerio Franco SP
  871. Rogério Gomes Moreira SP
  872. Rogério Pinheiro Mauricio SP
  873. Romilda Lopes Dos Reis SP
  874. Romildo Aguiar SP
  875. Romilton Fernando Marcelino SP
  876. Ronaldo Campos Oliveira SP
  877. Rondineli Caetano Martineli SP
  878. Rosa Maria – Executiva Regional Apeoesp SP
  879. Rosa Yaeko Veki SP
  880. Rosalina Gomes SP
  881. Rosalvo Ornelas Monteiro SP
  882. Rosana Aparecida Camilo Simionato SP
  883. Rosana De Souza SP
  884. Rosana Maria da Conceição SP
  885. Rosana Maria Mafeu SP
  886. Rosangela Francisca Da Silva SP
  887. Rosi Santos — Marcha de Mulheres/SP – Vermelhas SP
  888. Rosilene Dos Santos SP
  889. Rosimeire dos Santos Delmiro SP
  890. Rosinelia Maria De Souza Salvino SP
  891. Rozelia Herculano SP
  892. Rozimeire Gama De Souza SP
  893. Rubens Benedito Custodio SP
  894. Rubens Carsoni — DE SP SP
  895. Rubens Carsoni Alves SP
  896. Rui Antonio Marcelino SP
  897. Sandra Aparecida SP
  898. Sandra Gomes Tavares SP
  899. Sandra Lucia Bovo SP
  900. Sandra Ramalhoso SP
  901. Sandra Regina Moreira SP
  902. Sandro Toline De Oliveira Júnior SP
  903. Sara Luzia Marcelino SP
  904. Sara Rodrigues de França Vieira SP
  905. Saria Saemi Shimabuco – professora SP
  906. Sean Purdy — PSOL SP SP
  907. Selma Bellusci SP
  908. Sergio Batista Dos Santos SP
  909. Sergio Brito – Coord. Geral Apeoesp Itapecerica da Serra SP
  910. Sérgio Capps Henriques Cruz – Professor est. SP
  911. Sergio Lima – Professor – Santo André SP
  912. Sergio Linhares Hora SP
  913. Sergio Roberto Da Costa SP
  914. Severino Félix- APEOESP – Prof em Movimento SP
  915. Severino Felix da Silva SP
  916. Sheila Aparecida do Nascimento SP
  917. Sibele Lucia Araujo Correa SP
  918. Sidney Vieira Vilela SP
  919. Silvana de Lima SilvaSP
  920. Silvia Aparecida Silva De Souza SP
  921. Silvia Maria Ferrara De Almeida SP
  922. Silvio Antonio PereiraSP
  923. Silvio Bispo De Ramos SP
  924. Simone Cavalcante Da Silva SP
  925. Simone da Silva Pires de Lima Coletivo Marielle Vive SP
  926. Simone Nogueira Coelho SP
  927. Solange Talhari SP
  928. Sônia Lima SP
  929. Sueli Alves SP
  930. Sueli Vendramini SP
  931. Suzete Chaffin – Professora DM PSOL SP
  932. Sydnei Garcia Nogueira de Moura Silva SP
  933. Tais Helena Franco de Paula Leonel SP
  934. Tamires Corrêa Lima SP
  935. Tania Regina Pinto SP
  936. Tarcisio Santana Faria SP
  937. Tatiana Aparecida Romanini Barreto SP
  938. Tatiana lucaschac cisterna SP
  939. Tatiane Aparecida Tiepo SP
  940. Thais Gomes PatricioSP
  941. Thays de Oliveira FernandesSP
  942. Thiago Jesus Candido Da Silva SP
  943. Tiago Marques Ferreira SP
  944. Timeni Andrade Goncalves Santos SP
  945. Ubirajara Silva MatosSP
  946. Umberto Pereira Rosendo SP
  947. Valdemir Aguiar SP
  948. Valeria De Fatima Monteiro Alves SP
  949. Valéria Medeiros De Castro SP
  950. Valquiria de Fátima Justo SP
  951. Vanderleia Aguiar – Professora – Santo Andre SP
  952. Vanesca da Silva Bueno SP
  953. Vanessa Aparecida Suelen da cruz Manta SP
  954. Vanessa Fatima Dos Anjos Oliveira SP
  955. Vanessa Novais De Oliveira SP
  956. Vera Lucia Jesus De Lima SP
  957. Vera Lucia Pinto SP
  958. Vera Monezi SP
  959. Veridiana Zurita SP
  960. Veronica Aparecida Goncalves Da Mota SP
  961. Vicente De Paula Bebiano SP
  962. Victor Fernando Oliveira Goncalves SP
  963. Victor Manfrinato de Brito SP
  964. Victor Ramalhoso Guerreiro SP
  965. Victor Ramalhoso Guerreiro — DM Capital – DE-SP SP
  966. Victória Do Nascimento Pereira Brasileiro SP
  967. Vilene d Silva Manta SP
  968. Vilmara Maria De Oliveira SP
  969. Vinícius dos Santos SP
  970. Vinicius dos Santos Xavier SP
  971. Vinicius José Fonseca Manta SP
  972. Vitória Alves Soler Notário SP
  973. Vitoria Cavalcante Costa Da Silva SP
  974. Viviane Neres – D.M. Embu das Artes SP
  975. Walter da Silva Justino SP
  976. Walter Rodrigues Da Silva SP
  977. Walterlan Duarte Feitosa SP
  978. Wania Ribeiro De Almeida SP
  979. Wellington Luiz Cabral – FETQUIM – DM PSOL SP
  980. Wellington Luiz Dias Marcolino SP
  981. Wellington Macedo Da Silva SP
  982. Wilson Da Silva Ponte SP
  983. Yasmin Fernanda de Lima Holanda SP
  984. Zacarias Cordeiro Silva SP
  985. Zenir Natalina Da Silva SP
  986. Zilda Fatima Da Silva CastroSP
  987. Zilma De Oliveira Fraga Volpi SP
  988. Luiz Alberto Macedo Carvalho Junior – Servidor Público Estadual-TO