França: Notre-Dame, aqueles que fazem lenha da árvore caída


Como sempre, quando ocorre um fato dramático que comove com razão a população, não nos lançamos sobre ele em busca de algo oculto para especular sobre o que acaba de acontecer ou abusar das coincidências. Estão realizando investigações para determinar as causas do incêndio que devastou a catedral, que forma parte das joias do patrimônio da humanidade. Macron se precipitou sobre o sucesso como se ele mesmo tivesse começado o fogo. Triste palhaçada. A seguir, toda a chamada “classe política”, de todos dos bandos, fez seu número de união sagrada para salvar a NotreDame e se montar no assunto. Em meio a tudo isso, chegou Dupont-Feignant [1].


Posted On :