Primeiro balanço das eleições catalãs


A ação do regime influenciou na baixa participação. O PSC obteve um triunfo com um sabor amargo. O ERC empatou em locais com o PSC e ficou em primeiro lugar no independentismo, que ganhou uma maioria no Parlamento. JxCat ficou em terceiro lugar. Ciudadanos e o PP desmoronaram. O Vox entrou em cena com 11 deputados. En Comú Podem permanece estagnado e a CUP cresceu. A formação do Governo e a investidura de um novo Presidente estão a frente. Não se deve depositar confiança nos constitucionalistas ou naqueles que defendem os interesses da burguesia catalã.


Posted On :

Catalunha: 14F, voto crítico na CUP


Nas eleições regionais catalãs, nós, do Socialismo y Libertad (SOL), chamamos o voto na Candidatura da Unidade Popular contra os partidos constitucionalistas e as deserções dos partidos de independência majoritários. As propostas da CUP contra a subjugação dos direitos democráticos e sociais constituem a única opção eleitoral anticapitalista contra o regime de 1978. Faremos isso de forma crítica pelas contradições que persistem em alguns de seus postulados. Explicamos os motivos do nosso voto.


Posted On :