A Deputada Estadual do PSOL de São Paulo, Isa Penna, foi covardemente assediada na última quarta-feira, 17, pelo também deputado Fernando Cury (Cidadania). O assedio público, e filmado, aconteceu no plenário da ALESP durante uma sessão. A Alternativa Socialista, corrente do PSOL, presta toda solidariedade a companheira. Precisamos dar um BASTA, com unidade nas ruas, a todos os tipos de violências contra as mulheres! Seguimos na luta contra a barbárie do machismo e do capitalismo!

Reproduzimos as Notas da Setorial de Mulheres do PSOL-SP e da Executiva Nacional do PSOL:


Nota das Mulheres do PSOL em solidariedade a Isa Penna

A Setorial de Mulheres do PSOL São Paulo vem se solidarizar com a nossa companheira Isa Penna pela violência que sofreu nesta quinta-feira, 17 de dezembro, enquanto exercia sua atividade parlamentar. A deputada estava em plenário quando foi assediada pelo deputado estadual Fernando Cury (Cidadania) que tocou em seu corpo sem o seu consentimento. Repudiamos veementemente a postura do deputado.

Isa Penna é uma das deputadas estaduais do PSOL que junto a nossa combativa bancada tem enfrentado as políticas de retrocesso impostas pelo governo Dória, neste ano agravadas pelos inúmeros desafios impostos pela pandemia.

Desde que a pandemia começou no Brasil, uma mulher foi vítima de feminicídio a cada 7 horas. De acordo com pesquisa realizada neste ano pelo Instituto Patrícia Galvão e Locomotiva, 76% das mulheres já foram vítimas de assédio ou violência no trabalho. Precisamos enfrentar o machismo e a cultura da violência contra as mulheres. Por isso, também nos solidarizamos com a companheira Mônica Seixas, também deputada estadual em São Paulo, que foi agredida verbalmente durante a sessão plenária dessa quinta-feira, ao defender a companheira Isa Penna da acusação de instrumentalização da pauta da violência contra a mulher.

Estamos juntas, Isa e Mônica. E não nos intimidaremos.

Machistas, não passarão!

Setorial de Mulheres do PSOL SP
Setorial Nacional de Mulheres do PSOL
Executiva Estadual do PSOL São Paulo

17 de dezembro de 2020.


Basta de violência contra as mulheres! Toda solidariedade à deputada Isa Penna (PSOL-SP)!

A Executiva Nacional do PSOL manifesta sua irrestrita solidariedade à deputada Isa Penna, importunada sexualmente durante o exercício de seu mandato parlamentar em sessão legislativa na Assembleia de São Paulo durante votação orçamentária pelo deputado Fernando Cury (Cidadania). Não aceitaremos nenhuma forma de assédio!

Sabemos que atos absurdos como o ato repugnante cometido por Cury não são uma exceção. O assédio e a violência contra as mulheres são resultantes de uma verdadeira cultura do estupro existente em nossa sociedade, a qual banaliza e naturaliza comportamentos machistas que agridem e violam a sexualidade da mulher e o direito ao seu próprio corpo, que operam buscando legitimar a violação de direitos.

A deputada Isa Penna atua no enfrentamento à violência contra a mulher. Nos orgulhamos de que nossas parlamentares estejam na linha de frente do combate ao machismo estrutural. Lutaremos sem trégua contra o projeto ultra conservador e reacionário dentro e fora do parlamento. Repudiamos veementemente o ato de assédio e tomaremos todas as medidas para a responsabilização do agressor.

Executiva Nacional do PSOL
18 de dezembro de 2020.