Pela Frente Estudantil Revolucionária (RSF)

Apesar de todas as dificuldades pela crise de Covid-19, com fechamento de instituições de ensino, as marchas estudantis aconteceram este ano em todo o país com protestos dos Comitês de Ação Estudantil (SAC) pela restauração do sindicato estudantil, proibido em 1986 pela ditadura de Zia ul Haq, que tiveram um grande sucesso. Devido ao Covid-19, os procedimentos foram rigorosamente seguidos e máscaras foram distribuídas entre os participantes.


As demandas dos estudantes são: aumento do orçamento da educação; não à educação virtual sem condições adequadas de acesso a internet em todo o país; estabelecimento de comitês de assédio nos institutos, com representação de alunos; fornecimento de residências estudantis, transporte, aumento de bolsas e outros. Publicamos aqui imagens da “Marcha dos Estudantes, 2020” ocorrida em todo o país.

Campanha Internacional

A Frente Estudantil Revolucionária (RSF) lançou uma campanha internacional de apoio a marcha, alguns dias antes do evento, e recebeu uma grande solidariedade nacional e internacional. Camaradas, estudantes e ativistas de muitos países apoiaram a causa e expressaram sua solidariedade aos estudantes paquistaneses. Jovens e ativistas da Liga Internacional Socialista, do MST da Argentina, dirigentes sindicalistas da França, Impulso Socialista da Colômbia, Juventude pela Mudança do Líbano, Alternativa Socialista do Brasil, Movimento Anticapitalista do Chile, Alternativa Socialista da Austrália, Partido Socialista dos Trabalhadores da Turquia e ativistas do Paraguai, Bielorrússia, Espanha e Estados Unidos expressaram seu apoio e solidariedade às marchas estudantis do Paquistão. A Federação de Estudantes da Índia (SFI), a maior e mais radical organização estudantil do país, estendeu seu apoio às marchas em comunicado:

Declaração de solidariedade da Federação de Estudantes da Índia (SFI)

Caros camaradas,

Estendemos a vocês nossa alegria e nossas saudações revolucionárias ao recebermos suas mensagens de solidariedade com a nossa luta e da greve geral de 26 de novembro. Como parte do movimento estudantil na Índia, nos posicionamos contra as políticas antidemocráticas e anti-estudantis das autoridades autocráticas.

Gostaríamos também de expressar nossa solidariedade à marcha estudantil no Paquistão chamada de “Marcha pela Restauração de Sindicatos Estudantis” em 27 de novembro em mais de 50 cidades e vilas no Paquistão. No mesmo dia, os camponeses da Índia farão um protesto contra o fim da renda mínima social.

Também acreditamos que a luta de vocês é uma fonte de inspiração para muitos na Índia. Vamos, com a esperança e o fervor em nossas mentes e a revolução em nossos corações, comprometidos a fazer dessa data um dia de comemoração na história da luta da juventude estudantil e dos oprimidos. Além disso, acreditamos que isso também contribuirá para a consolidação das relações entre as comunidades estudantis da Índia e do Paquistão, bem como o restante do Sul da Ásia.

Inquilab Zindabad!
Asia Surkh Hai!
Viva a Unidade Estudantil!

Myukh Biswas (Secretário Geral)
VP Sanu (Presidente)

Islamabad

Lahore

Karachi

Hyderabad

Dadu

Bhan Sayedabad

K. N. Shah

Faisalabad

Johi

Thari Mirwah

Khairpur Miras

Multan

Thatta

Sukkur

Sialkot

Protestos da Federação Nacional de Estudantes de Jammu Kashmir (JKNSF) em diferentes partes no Paquistão e Caxemira